O essencial deste artigo

> Os Circuitos Fechados de TV (CFTV) são sistemas compostos pelas conhecidas câmeras de vigilância, integradas a centrais de monitoramento e gravação para oferecer mais segurança a estabelecimentos comerciais, condomínios e residências

> Existem diversos tipos de câmeras, que podem monitorar ambientes internos e externos

> O CFTV oferece diversos benefícios, como inibição de ações criminosas, possibilidade de identificação de autores desse tipo de ação e até como elemento de prova em ações trabalhistas

Os Circuitos Fechados de TV são um sistema composto por câmeras interligadas a uma central de monitoramento e gravação com o objetivo de oferecer mais segurança a estabelecimentos comerciais, condomínios ou residências.

Neste post, vamos detalhar melhor o sistema de CFTV, os principais tipos e como sua empresa pode se beneficiar dessa tecnologia para melhorar a segurança de ambientes externos e internos.

Veja o que você vai ler adiante:

O que é CFTV?

Como o CFTV funciona?

Tipos de câmera

Benefícios do CFTV IP

O que é CFTV?

CFTV é a sigla de Circuito Fechado de TV, equivalente ao termo CCTV em inglês (Closed Circuit Television). É um sistema composto por um conjunto de equipamentos interligados a uma central, com o objetivo de monitorar e/ou gravar ambientes e proporcionar mais segurança para empresas, condomínios e residências.

A parte mais visível do CFTV são as câmeras de vigilância, amplamente utilizadas atualmente em estabelecimentos comerciais. As câmeras transmitem as imagens até uma central, onde agentes responsáveis pela segurança do local podem fazer o monitoramento em tempo real ou acessar as gravações em vídeo.

Com relação à estrutura, os sistemas de CFTV podem ser do tipo analógico, por IP (protocolo de Internet) e híbridos.

Como o CFTV funciona?

Basicamente, no CFTV câmeras são posicionadas estrategicamente em pontos-chaves do local que será monitorado ou gravado. Geralmente, a definição dos locais é feita em conjunto com especialistas em segurança.

As imagens captadas pelas câmeras são transmitidas em tempo real para monitores de TV em uma central de monitoramento. Atualmente, as imagens também podem ser acessadas remotamente por meio da internet via tablets, notebooks e smartphones.

Tipos de câmera

Os formatos de câmera mais utilizados em um sistema CFTV são:

Pinhole: câmeras compactas que lembram equipamento de espionagem e podem ser mais facilmente disfarçadas nos ambientes.

Bullet: as tradicionais câmeras de vigilância utilizadas em ambientes externos. Geralmente podem ser vistas nas fachadas de prédios ou junto a portões e portarias. Têm o formato cilíndrico e podem conter sensores de infravermelho. Dome: mais utilizada em ambientes internos, presas ao teto. Têm formato de redoma e também podem conter sensores de infravermelho.

Dome: mais utilizada em ambientes internos, presas ao teto. Têm formato de redoma e também podem conter sensores de infravermelho.

Câmeras CFTV
Principais tipos de câmeras utilizadas em sistemas CFTV. Fonte: Intelbras

Benefícios do CFTV

O objetivo dos sistemas CFTV é melhorar o nível de segurança de estabelecimentos comerciais ou áreas residenciais. 

A mera presença das câmeras já é suficiente para inibir a ação de pessoas mal intencionadas. Além disso, o CFTV ajuda na identificação dos responsáveis por ocorrências criminosas e também serve como prova desse tipo de infração. 

No ambiente de trabalho, o CFTV também ajuda a aumentar a sensação de segurança e as gravações também podem ser utilizadas para ajudar a formar provas em ações trabalhistas. O CFTV também é utilizado em departamentos e áreas que lidam com informações confidenciais ou altos valores. 

Benefícios do CFTV IP

O CFTV que utiliza o protocolo de internet para a transmissão das imagens apresenta alguns benefícios em relação aos sistemas analógicos. As câmeras IP, por exemplo, normalmente têm melhor resolução de imagens e maior alcance. Além de possuírem mais recursos. 

Nesse sentido, devido ao alcance maior, provavelmente serão necessárias menos câmeras e, consequentemente, o custo de instalação diminui. 

De maneira semelhante, a instalação de câmeras IP é mais fácil que a de câmeras analógicas, já que podemos utilizar a estrutura de dados do cliente para levar as imagens, assim como a alimentação (POE).  

Por fim, as câmeras IP são mais estáveis que as analógicas, sendo menos suscetíveis a interferências externas e, por isso, apresentam menos riscos de perder momentos importantes das gravações.

Gostou do post?

Se você gostou desse post e tem interesse em implementar sistemas de CFTV e melhorar a segurança da sua empresa, entre em contato com a Onlytel. Atuamos há mais de 21 anos no mercado e temos sempre a melhor solução para você também em CFTV.